Quinta, 27 de Janeiro de 2022 02:00
71.9.9141-4073
POVO PRETO HISTÓRIA

Conheça a tradição do NEGO FUGIDO.

Polêmicas à parte, Nego Fugido, em meio ao Samba de Roda e rodas de Capoeira, resiste ao tempo.

04/12/2021 18h20 Atualizada há 2 meses
Por: REDAÇÃO Fonte: GN NEWS | Redação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Uma das  mais importantes manifestações culturais de Acupe, distrito de Santo Amaro da Purificação, na Bahia.

 

A tradição centenária, que envolve toda a comunidade, acontece no mês de Julho e revive a luta pelo fim da escravidão no país.

 

Acupe é uma comunidade negra quilombola, mas a presença indígena também se faz presente, e inclusive a origem do nome do local, que significa "terra quente".

Não há registros históricos, informando com precisão, quando a tradição do Nego Fugido teve início, mas os antigos moradores do local, afirmam que começou no século XIX.

 

"Nega" é um dos personagens do Nego Fugido, representado por crianças e adolescentes com calção branco, o rosto pintado de preto e a boca de vermelho intenso, simbolizando o sangue derramado dos negros escravizados.

 

Os "caçadores" que capturam os negros, que são vendidos para o público que assiste.

 

Há também o "capitão do mato" que tinha a ordem de vender o negro capturado; o "rei" que possuía a carta de alforria, e a "Princesa Isabel" que intercedia pelos negros escravizado.

 

Um detalhe importante: a celebração do Nego Fugido, ressalta a importância do negro, como protagonista da sua história, e que a sua libertação ocorreu, não por uma bondade da princesa Isabel, mas fruto da luta e resistência do povo preto.

Cercado de toda uma simbologia da ancestralidade africana, Nego Fugido é um patrimônio da nossa Bahia e vai além de uma manifestação cultural.

 

Para muitos participantes, envolve um ritual sagrado, que deve ser respeitado.

 

O Nego Fugido divide opiniões entre a população, onde uma parcela acredita que o sofrimento do negro durante o processo de escravidão deve ser "esquecido", como uma forma de não perpetuar o sofrimento, os castigos corporais, o tronco, as chibatadas, as humilhações, as feridas na alma...

 

Outra parcela acredita, que deve sim, ser revivido, para lembrar para as atuais e futuras gerações, que a escravidão não deve ser revivida sob nenhum pretexto.

 

Polêmicas à parte, Nego Fugido, em meio ao Samba de Roda e rodas de Capoeira, resiste ao tempo.

* Fotos/Reprodução da Internet.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sobre o município
Notícias de Santo Amaro - BA
Feira de Santana - BA
Atualizado às 01h56 - Fonte: Climatempo
23°
Pancada de chuva

Mín. 18° Máx. 29°

23° Sensação
7.8 km/h Vento
91.2% Umidade do ar
67% (18mm) Chance de chuva
Amanhã (28/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 29°

Sol com muitas nuvens e chuva
Sábado (29/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 30°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias